AIMA apresenta primeiro Plano Estratégico para a Aprendizagem de Português

AIMA apresenta primeiro Plano Estratégico para a Aprendizagem de Português

A AIMA apresentou esta segunda-feira o primeiro Plano Estratégico para a Aprendizagem de Português como Língua Estrangeira, para o horizonte temporal 2024-2027, no Teatro Thalia, em Lisboa. A sessão incluiu a assinatura do protocolo de colaboração entre a AIMA e as entidades públicas parceiras no desenvolvimento e na operacionalização deste instrumento determinante para a promoção da integração.

Para o Presidente da AIMA, Luís Goes Pinheiro, “com a aprovação deste Plano cumprimos com o anunciado no início da nossa atividade e demos um passo muito importante na promoção da aprendizagem da língua portuguesa, um fator fundamental para uma plena integração”. “Está iniciado o caminho que temos de fazer, em conjunto, para cumprir com a execução deste Plano Estratégico até 2027”, acrescentou.

O documento tem cinco eixos estratégicos, 39 medidas e 68 atividades, 56 das quais a executar com o envolvimento da AIMA, e integra dois planos operacionais de dois anos. O Plano assenta numa lógica de trabalho colaborativo, juntando propostas do Grupo de Trabalho, criado por iniciativa da AIMA, contributos de cerca de 80 entidades públicas e privadas, assim como da consulta pública realizada entre 16 de fevereiro e 11 de março de 2024, que contabilizou quase 600 participações.

Entre as principais iniciativas a adotar com este Plano sobressaem a forte aposta na utilização de ferramentas digitais e o desenvolvimento de um projeto-piloto de promoção de formação imersiva específica em contexto de prática desportiva.

A apresentação da versão final do Plano, pela Vogal do Conselho Diretivo da AIMA, Sónia Pereira, foi seguida de uma mesa redonda sobre a importância deste instrumento e a sua aplicação em diferentes domínios. O momento contou com intervenções de Almudena Ferro, da Fundação Cidade de Lisboa, de Gagan Deep Singh Dillon, da Associação Casa da Índia, de Mubarak Hussein, da União de Refugiados em Portugal, e de Wanderley Antunes, da Associação dos Estudantes Africanos em Bragança. A iniciativa incluiu ainda um momento cultural protagonizado pel’O Poeta da Cidade, Pedro Freitas.

O protocolo de colaboração foi firmado entre a AIMA, a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP), o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, a Direção-Geral da Administração Escolar (DGAE), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEste), a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, que integra o Centro de Avaliação e Certificação de Português Língua Estrangeira (CAPLE), e o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Saiba mais sobre o Plano Estratégico para a Aprendizagem de Português como Língua Estrangeira.

  • Partilhar



Published on 27.03.2024 by AIMA

Notícias

8 de abril: Dia Internacional das Pessoas Ciganas

08.04.2024

Pela Igualdade, Inclusão e Participação

Vídeo: Prioridades da Presidência Portuguesa do Processo de Rabat 2024

26.03.2024

Conheça a visão e prioridades enunciadas pelo Presidente da AIMA

DGARTES e AIMA assinam acordo de parceria do programa de apoio Arte e Periferias Urbanas

21.03.2024

Assinatura aconteceu hoje na Casa dos Direitos Sociais, em Marvila

© 2024 Agência para a Integração, Migrações e Asilo

https://aima.gov.pt/pt/noticias/aima-apresenta-primeiro-plano-estrategico-para-a-aprendizagem-de-portugues